Links de Acesso

Hillary Clinton acusa Rússia de infiltrar os computadores do seu partido

  • Redacção VOA

Hillary Clinton

Hillary Clinton

A candidata democrata à presidência dos Estados Unidos afirmou neste domingo, 31, que serviços de inteligência russos infiltraram-se nos computadores do Comité Democrata Nacional e acusou seu concorrente republicano de demonstrar apoio ao presidente russo Vladimir Putin.

"Sabemos que os serviços de inteligência infiltraram-se o DNC e sabemos que eles organizaram muitos daqueles e-mails para serem publicados e sabemos que Donald Trump tem mostrado uma perturbadora vontade de apoiar Putin, de dar apoio à Putin", disse Clinton em entrevista ao Fox News Sunday.

Questionada se acredita que Putin quer que Trump saísse vencedor da corrida pela Casa Branca, Clinton disse que não se aventuraria a tirar esta conclusão.

"Mas eu acho que abrir os factos levantam sérias questões sobre a interferência russa nas nossas eleições, na nossa democracia", disse Clinton.

O Governo americano não acusou publicamente a Rússia de estar por trás da invasão aos computadores do Partido Democrata.

Especialistas em cibersegurança e autoridades norte-americanas, no entanto, disseram acreditar que a Rússia tenha projetado a divulgação dos e-mails para influenciar as eleições presidenciais de 8 de Novembro nos EUA.

Este mês, o WikiLeaks divulgou e-mails comprometedores para a campanha da candidata Hillary Clinton, nos quais integrantes da formação falam de estratégias para vencer Bernie Sanders, senador por Vermont que enfrentou a ex-secretária de Estado nas primárias.

Mostrar Comentários

XS
SM
MD
LG