Links de Acesso

"Há um recado que diz que devo seguir em frente para mudar o Brasil", Dilma Rousseff


Presidente Dilma Rousseff e Aécio Neves

Presidente Dilma Rousseff e Aécio Neves

A eleição presidencial no Brasil só será definida, no dia 26 de Outubro, quando os brasileiros voltam às urnas para a segunda volta. A candidata à reeleição pelo PT, Dilma Rousseff, obteve 41,55% dos votos e disputa o comando do Brasil com senador Aécio Neves (PSDB) que conseguiu 33,62%.

O que as pesquisas já apontavam foi confirmado, neste Domingo (5), com números ainda mais expressivos. O candidato do PSDB ultrapassou a ex-senadora na recta final da campanha e segue com um fôlego revigorado para a batalha final.

Após esta vitória provisória de Dilma, a actual Presidente do Brasil disse acreditar que deve "seguir em frente para mudar o Brasil".

Agora, para especialistas a guerra pela presidência brasileira começa do zero, com o horário eleitoral gratuito no rádio e na TV, dando espaços iguais às duas candidaturas. Cada uma terá dez minutos por edição. Além disso, há que se saber para onde vão migrar os votos de Marina Silva.


Mais sobre as eleições

XS
SM
MD
LG