Links de Acesso

Guiné-Bissau pede ajuda à Interpol no combate ao tráfico de pessoas


O ministro da Justiça da Guiné-Bissau admitiu que o aeroporto de Bissau está a ser utilizado "por uma rede internacional" de tráfico de imigrantes, nomeadamente de pessoas que fogem de países em guerra.

Saldo Baldé disse ainda que o Governo de Bissau vai pedir à Interpol para que ajude as autoridades guineenses no sentido de identificar as pessoas envolvidas na alegada rede de tráfico de emigrantes e que também vai solicitar à TAP que reestabeleça os voos directos para Bissau.

O governante fez estas declarações na apresentação das conclusões públicas do relatório da Comissão de Inquérito ao incidente com um voo da TAP em Bissau.
O relatório indica que o ministro do Interior do Governo de transição guineense, António Suka Intchama, "exigiu" o embarque dos 74 sírios com passaportes falsos para Portugal.
XS
SM
MD
LG