Links de Acesso

Missão do Conselho de Segurança da ONU visita Bissau

  • Lassana Casamá

Missão pretende compreender no terreno a crise política que abalha o país desde 2015.

Uma missão do Conselho de Segurança das Nações Unidas visita hoje, 7, a Guiné Bissau para recolher informação sobre a situação política do país.

A missão do órgão agora presidido por Angola tinha na agenda encontros com o Presidente José Mário Vaz e com o Primeiro-ministro, Carlos Correia.

Além destes, os diplomatas das Nações Unidas terão reuniões com representantes de partidos politicos, presidentes do parlamento e do tribunal supremo, e com a sociedade civil.

A missão visita o país numa altura em que registam-se divergências profundas entre os principais órgãos da soberania.

Na sequência disso, o governo do PAIGC não conseguiu até ao momento a aprovação do seu programa e orçamento do ano em curso.

De momento, perfilam dois cenários para acabar com a crise.

O primeiro sugere que o Chefe de Estado mantenha o Governo de Carlos Correia, deixando que tudo se resolva no parlamento, com uma nova apresentação, do seu programa; ou demiti-lo com base numa teoria política defendida pela oposição, e formar um executivo composto por PRS e os 15 deputados expulsos do PAIGC.

O último cenário opõe a posição do PAIGC, que indica que não há outra opção ou alternativa política à governação que não passe pelo respeito dos resultados eleitorais.

A oposição insiste que a actual realidade parlamentar sugere um novo quadro político, que obriga o Presidente da República a nomear um governo que inspira, na sua perspectiva, uma maioria na Assembleia Nacional Popular.

Espera-se que a missão do Consehlo de Segurança apure as razões de fundo da crise presença, que abala o país desde Agosto de 2015.

XS
SM
MD
LG