Links de Acesso

Guiné-Bissau: Manifestantes exigem fim da crise

  • Lassana Casamá

Manifestação em Bissau

Manifestação em Bissau

Os manifestantes prometem continuar com as acções até que o Chefe de Estado dissolva o parlamento e convoque eleições legislativas antecipadas.

Centenas de guineenses participaram, em Bissau, numa manifestação convocada pelo Movimento de Cidadãos Conscientes e Inconformados para exigir o fim da crise politica, que se arrasta há mais de um ano.

Os manifestantes, que marcharam pela principal rua da cidade, exigem a dissolução da Assembleia Nacional Popular e realização de eleições antecipadas.

"Se o Presidente (José Mário Vaz) não tem coragem de dissolver o parlamento, pelo menos tenha a coragem de renunciar das suas funções para que possamos sair deste marasmo", disse Lesmes Monteiro, líder do Movimento de Cidadãos Conscientes e Inconformados.

Monteiro disse que o seu grupo acredita que "não existe uma saída para esta crise, porque todos os actores estão de costas voltadas, com olhos postos nas próximas eleições”.

Contudo, Lesmes Monteiro, não defende o golpe de estado ou qualquer acção violenta contra o Presidente da Republica.

“Se houver um golpe de estado contra o Presidente da Republica, vamos dizer não. Conquistamos a democracia. Se o povo achar que o Presidente não é bom, que o povo decida", acrescentou.

Os manifestantes prometem continuar com as acções até que o Chefe de Estado dissolva o parlamento e convoque eleições legislativas antecipadas.

Entretanto, algumas escolas privadas não abriram as suas portas em solidariedade com as do ensino público que estão em greve.

Mostrar Comentários

XS
SM
MD
LG