Links de Acesso

Impasse politico continua na Guiné-Bissau

  • Lassana Casamá

Assembleia Nacional Popular da Guiné-Bissau

Assembleia Nacional Popular da Guiné-Bissau

O discurso do Presidente da República da Guiné-Bissau ontem continua a marcar actualidade no Parlamento, com encontros para o agendamento do debate sobre o estado da Nação, solicitado pelo Chefe de Estado e do qual resultará eventualmente uma resolução da crise política.

O analista político guineense, Silvestre Alves considera que “as prerrogativas do PR é procurar uma solução governativa para o país, e se não é oportuno fazer eleições neste momento e se ainda há quadro parlamentar para sair da crise, então a solução passa por aí”

Para Alves, quando José Mario Vaz instou os actores políticos a encontrarem soluções dentro do quadro parlamentar ele quis dizer, do ponto de vista político, que o Presidente quis convidar assim ao PAIGC a impulsionar uma dinâmica que vai no sentido de conseguir novos consensos na presente configuração dentro da Assembleia Nacional Popular".

Entretanto, caso não o consiga, no entendimento de Silvestre Alves, será o PRS, segunda força política, a ser convidada a formar o Governo que garanta a estabilidade governativa".

Aquele analista reconhece haver "uma certa tensão".

"Só que a dissolução do parlamento não convém. Ou encontramos uma solução legitimada por todas as forças vivas pais ou explorar o quadro político parlamentar que o parlamento ainda nos dá”, concluiu.

Por agora tudo está parado à espera dos novos passos tendentes a ultrapassar o actual momento porque passa o país.

XS
SM
MD
LG