Links de Acesso

Guiné: Alpha Conde demite três ministros após protestos de professores


Protestos em Conakry, 21 de Fevereiro, 2017.

Protestos em Conakry, 21 de Fevereiro, 2017.

Os professores guineenses reivindicam cortes e não pagamento de salários.

O Presidente da Guiné Alpha Conde demitiu, ontem, três ministros, após violentos protestos, na semana passada, ligados à greve de professores.

Ibrahima Kourouma, ministro da educação pré-universitária; Sekou Kourouma, ministro dos Serviços Públicos; e Christine Sagno, ministro do Ambiente foram os demitidos.

O decreto de demissão dos três não fornece detalhes, mas um funcionário do governo citado pela Reuters disse que tinha ligação com a greve dos professores.

Nos protestos, morreram sete pessoas e houve dezenas de feridos. Professores grevistas e estudantes solidários confrontaram-se com a polícia em vários bairros de Conakry.

Os professores guineenses reivindicam cortes e não pagamento de salários.

O governo fez um acordo com os grevistas na semana passada.

A sua Opinião

Mostrar Comentários

XS
SM
MD
LG