Links de Acesso

Guarda mata uma pessoa e fere quatro na Lunda Norte

  • Redacção VOA

Garimpeiros

Garimpeiros

Trabalhadores reivindicavam salários não pagos, diz lider de movimento pró-autonomia.

Um guarda de uma empresa de exploração artesanal de diamantes está a ser acusado de matar a tiro, no últmo sábado, um trabalhador e ferido quatro outros na região do Kuango, na Lunda Norte.

A polícia já registou a ocorrência, segundo garantiu o líder do Movimento do Protetorado Lunda Tchokwe José Mateus Zecamutchima, em declarações à VOA.

O responsável associativo denunciou que a administração de Xamuteba proibiu os familiares das vítimas de fazer declarações públicas.

Zacamutchima disse que o incidente ocorreu quando as vítimas reivindicavam o pagamento dos seus ordenados ao dono da empresa, identificado por Adolfo Muteba.

A primeira vítima terá morrido no local enquantoos feridos encontraram-se em tratamento em postos médicos particulares na localidade diamantífera de Cafunfo por, alegadamente, não terem sido aceites pelo hospital público.

Não foi possível à VOA ouvir a versão das autoridades administrativas do município de Xamuteba.

A região do Kuango é fértil em assassinatos de cidadãos muitos dos quais em resultado do garimpo e, quase sempre, envolvendo empresas de protecção das minas de diamantes.

Mostrar Comentários

XS
SM
MD
LG