Links de Acesso

Guantánamo: EUA abrem caminho para repatriação de presos


The exterior of Camp Delta is seen at the U.S. Naval Base at Guantanamo Bay, March 6, 2013.

The exterior of Camp Delta is seen at the U.S. Naval Base at Guantanamo Bay, March 6, 2013.

O Senado dos EUA aprovou uma regra que permitirá acelerar a repatriação dos presos de Guantánamo a seus países de origem, passo crucial para a desactivação da prisão militar. Um acordo bipartidário, incluído numa lei mais ampla a respeito do orçamento militar, eliminou restrições para a entrega dos 158 estrangeiros mantidos na base naval dos EUA em Cuba sob suspeita de terrorismo.

Entretanto, o governo de Barack Obama ainda enfrenta outros obstáculos para cumprir a promessa de fechar a prisão militar, alvo de críticas internacionais. O porta-voz da Casa Branca, Jay Carney, disse na quinta-feira que as novas regras darão "flexibilidade adicional para transferir detentos ao exterior, de forma consistente com nossos interesses de segurança nacional".

A Administração Obama diz que a relutância do Congresso o impede de fechar a prisão militar, que foi aberta por seu antecessor, George W. Bush, para receber suspeitos presos na "guerra ao terrorismo" que se seguiu aos atentados de 11 de Setembro de 2001 nos EUA.
XS
SM
MD
LG