Links de Acesso

Greve de professores fecha escolas em Luanda

  • Redacção VOA

Alunos sem aulas

Paralisação termina na sexta-feira

Professores do Ensino Geral e Não Universitário ignoraram as advertências do Governo e iniciaram nesta quarta-feira, 5, uma greve geral de três dias.

Em Luanda, grande parte das escolas públicas manteve-se fechada dando cumprimento à reivindicação salarial e de actualização dos ordenados, apresentada pelo Sindicato Nacional dos Professores (SINPROF) e pelo Sindicato Nacional de Professores e Trabalhadores do Ensino Não Universitário (SINPTENU).

O porta-voz do Gabinete da Educação de Luanda, Lourenço Neto, diz que o Governo não questiona a legitimidade da greve, mas considera que o momento de crise que o país vive não permite despesas adicionais do Estado para satisfazer os intentos dos docentes.

Neto advertiu, contudo, que os professores que insistirem na paralisação poderão ser responsabilizados.

A greve geral dos professores deverá durar até a próxima sexta-feira, 7, conforme garantias dos seus mentores.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG