Links de Acesso

Projecção diz que gregos votam a favor do "não"

  • Redacção VOA

Os gregos foram às urnas neste domingo, 5, para escolher em referendo se ficam ou não no zona euro.

A primeira projecção, da Reuters, indica uma vitória do "não" com 52 por cento dos votos.

A chanceler alemã, Angela Merkel, e o Presidente francês, François Hollande, reúnem-se na segunda-feira à noite em Paris, no dia seguinte ao do referendo na Grécia. O jantar de trabalho, diz a presidência francesa, terá como objetivo analisar as "consequências do referendo" na Grécia.

Depois do votar, o primeiro-ministro grego, Alexis Tsipras, afirmou que o povo enviará hoje, através do referendo que se realiza na Grécia, a importante mensagem de que têm "nas mãos as rédeas do seu destino".

"Muitos podem ignorar a vontade do Governo. A vontade do povo não", disse Tsipras, depois de ter votado no bairro popular de Atenas de Kipseli.

O primeiro-ministro reforçou que "hoje o povo grego envia a mensagem que toma nas suas mãos o seu destino", assim como "hoje a democracia vence o medo" e "a determinação vence a propaganda do medo".

A imprensa grega diz que a participação eleitoral ultrapassou os 40 por cento, num total de 10 milhões de votrantes, a margem mínima para o referendo ser considerado válido.

XS
SM
MD
LG