Links de Acesso

Governos de Moçambique e da África do Sul vão assinar acordo de transferência de presos


Afghanistan Gray Sites

Afghanistan Gray Sites

Autoridades moçambicanas negam acusação da África do Sul de que mulheres sul-africanas detidas em Moçambique sejam escravas sexuais.

Os governos de Moçambique e da África do Sul vão assinar este ano um acordo para a transferência de presos entre os dois países, anunciou hoje, 12, em Maputo o director nacional de Operações Penitenciárias de Moçambique.

Em causa, estão acusações de que em Moçambique os guardas prisionais exploram sexualmente as detidas sul-africanas em troca de bens como sabão ou comida.

O director nacional de Operações Penitenciárias, Samo Gonçalves, apontou estarem em curso contactos entre os dois países para a assinatura de um acordo de transferência de presos.

Em conferência de imprensa convocada pelas autoridades penitenciárias moçambicanas, Samo Gonçalves reiterou que rejeitam as alegações da imprensa sul-africana de que reclusas deste país estão supostamente a ser usadas como escravas sexuais nas prisões de Moçambique.

O jornal sul-africano Sunday Times noticiou esta semana que os guardas prisionais moçambicanos têm abusado sexualmente de reclusas sul-africanas em troca de bens básicos
XS
SM
MD
LG