Links de Acesso

Governo da Venezuela quer ilegalizar coligação da oposição

  • Redacção VOA

Nicolás Maduro, Presidente da Venezuela

Nicolás Maduro, Presidente da Venezuela

Em causa "fraude massiva na recolha de assinaturas", segundo o Governo.

O Governo da Venezuela solicitou nesta terça-feira, 26, às autoridades eleitorais que declarem ilegal a coligação da oposição que pretende demitir o Presidente Nicolas Maduro através de um referendo, acusando-a de fraude massiva na recolha de assinaturas.

"Solicitámos o cancelamento do registo da Mesa de Unidade Democrática (MUD), por estar envolvida na maior fraude eleitoral da história do país", afirmou Jorge Rodriguez.

Entre as irregularidades apontadas pelo Partido Socialista Unido da Venezuela (PSUV), no poder, estão a inclusão de informação de pessoas falecidas, incapacitados políticos e menores de idade.

O Governo diz que a Comissão Nacional Eleitoral "está obrigada" a satisfazer a pretensão dos chavistas "em termos imediatos e de forma expedita", se bem que tenha evitado falar sobre as consequências que a eventual satisfação desta pretensão teria no processo de destituição de Maduro, que a oposição pretende.

XS
SM
MD
LG