Links de Acesso

Governo sírio volta a suspender saída de rebeldes de Aleppo

  • Redacção VOA

Aleppo

Aleppo

O Governo sírio suspendeu a retirada de civis e rebeldes do leste da cidade de Aleppo na manhã desta sexta-feira, 16, e acusa os rebeldes de não respeitar os termos do cessar-fogo.

Fontes do Foverno afirmaram que rebeldes bloquearam a retirada de civis de duas cidades pró-governo, Foua e Kefraya, na província de Idlib na Síria.

Enquanto isso, vários autocarros foram alvos de disparos.

Pelo menos seis mil pessoas deixaram a cidade desde ontem, mas as Nações Unidas dizem que 50 mil ainda esperam para escapar da cidade, onde faltam água e comida e há pouca assistência médica.

Apoiado pela Rússia, o exército sírio tomou quase todos os distritos controlados pelos rebeldes.

Os Estados Unidos acusaram o Governo sírio de promover um massacre na cidade do norte da Síria.

"Resta saber se o regime sírio, com o apoio da Rússia, está disposto a ir a Genebra preparado para negociar de forma construtiva, se está ou não disposto a deter essa matança do seu próprio povo", disse o secretário de Estado dos EUA, John Kerry.

Nesta sexta-feira, em Tóquio, o presidente russo, Vladimir Putin, declarou que a "próxima etapa" para a guerra na Síria será "um cessar-fogo no conjunto do território”.

XS
SM
MD
LG