Links de Acesso

Governo de Moçambique entrega peças do avião da Malásia que caiu em 2014

  • William Mapote

O Governo de Moçambique entregou nesta segunda-feira, 12, parte dos presumíveis destroços do avião da Malásia Airlines, que desapareceu com 239 pessoas a bordo, em Março de 2014.

Mesmo sem se avançar ainda com as análises laboratoriais dos materiais, os dois destroços encontrados por pescadores em Linga Linga, na província de Inhambane, são dados como parte do avião do voo MH370, desaparecido a 8 Março de 2014, quando fazia a ligação entre Kuala Lumpur, na Malásia, e Pequim, na China.

João de Abreu, presidente do Conselho de Admnistração do Instituto de Aviação Civil de Moçambique (IACM), diz presumir que umas das partes seja um pedaço de fuselagem de um avião, que parece ser da cauda.

Por sua vez Aslam Khan, investigador na área de acidentes aéreos, reconheceu o apoio prestado pelo Governo de Moçambique e espera que o material ajude a esclarecer a tragédia.

Agora, seguem-se as análises do material.

No ano passado, o Governo de Moçambique já havia entregue à Malásia parte de destroços achados em Palume, distrito de Vilanculos, na província de Inhambane, que veio a ser confirmada como parte da aeronave que caiu em 2014.

XS
SM
MD
LG