Links de Acesso

Governo e Renamo debatem força de interposição de paz

  • Alvaro Ludgero Andrade

Assembleia da República de Moçambique aprovou hoje uma resolução com os nomes dos representantes da Renamo na Comissão Nacional de Eleições,

No início desta semana, e na sequência de um forte ataque do exército contra posições da Renamo na província de Sofala, o principal partido da oposição defendeu a constituição de uma força internacional de interposição de paz internacional para evitar mais confrontos.

Em resposta, o Governo disse estar disposto a negociar e pediu à Renamo os termos de referência da referida força.


Hoje, ao entrar para a reunião no Centro de Conferências Internacionais Joaquim Chissano, o chefe da Renamo Simon Macuiane anunciou que iria apresentar uma proposta com os termos de referência força internacional de interposição de paz.

Por sua vez, o chefe-adjunto da delegação Governamental Gabriel Muthisse, também à entrada para a reunião, afirmou que no encontro de hoje a Renamo devia entregar uma lista dos seus homens armados, os armamentos de que dispõe e respectiva localização.

Esta documentação é importante para o trabalho da suposta força internacional de interposição de paz.

Até este momento, desconhecem-se os resultados de mais esta ronda negocial entre o Governo e a Renamo.

Por outro lado, a Assembleia da República de Moçambique aprovou hoje uma resolução com os nomes dos representantes da Renamo na Comissão Nacional de Eleições, fruto do acordo alcançado há semanas entre as partes, depois de meses de negociações com vista a colocar um ponto final na instabilidade política e militar no país.
XS
SM
MD
LG