Links de Acesso

Governo deve explicar ausência de dos Santos, diz oposição

  • Manuel José

Genro diz que o presidente está de férias e "foi ao dentista"

O governo angolano deve ao povo angolano uma explicação sobre as prolongadas ausências em Espanha do Presidente José Eduardo dos Santos, disseram dirigentes da oposição angolana.




Na semana passada o governo desmentiu que o presidente angolano tivesse sido internado na unidade de oncologia de um hospital em Barcelona como noticiado pela Radio Televisão Portuguesa, RTP. O governo descreveu a notícia de “irresponsável”, acrecentando que Eduardo dos Santos está de boa saúde e deverá regressar em breve ao país

dos Santos está ausente há pouco mais de três semanas e o comunicado do governo angolano confirmou que este está em Espanha mas sem indicar a cidade que segundo notícias generalizadas é Barcelona.

Eduardo dos Santos esteve anteriormente outras cinco semanas em Barcelona de onde havia regressado apenas em Outubro. Isto significa que nos últimos onze meses Eduardo dos Santos passou já dois meses naquela cidade .

Esta situação está a deixar preocupados os políticos da oposição.

"Ficamos todos preocupados se é por causa da saúde ou por outras questões, temos esta preocupação, somos todos humanos, que se passa com o senhor presidente?” interrogou o líder da UNITA, Isaías Samakuva.

"Se está doente somos todos humanos, gostaríamos de lhe desejar melhoras mas antes precisamos que isto nos seja dito," acrescentou

O facto do presidente da república expedir despachos sobre o país, a partir do estrangeiro inquieta o líder da UNITA.

"Quando nada se diz e estamos a ver o Sr. presidente a fazer despachos a partir de Espanha ou de onde se encontra nós começamos a ficar preocupados porque isto pode nos parecer que a capital do país está transferida para Espanha," disse o líder da UNITA

Esta inquietação sobre a ausência até agora inexplicada pelas autoridades é partilhada pelo dirigente e parlamentar da CASA-CE, Alexandre Sebastião André.

"De modo algum o presidente da república fora do território nacional pode exarar despachos ou decretos,” disse.

Alexandre Sebastião André solicitou um esclarecimento á nação sobre a verdadeira situação do presidente da republica.

"Deve-se fazer uma explicação clara para o cidadão compreender o que se passa com o presidente da república de Angola que é presidente de todos,” disse aquele dirigente da CASA CE para quém esta situação “ não é normal”.

Entretanto o genro do presidente angolano, Sindika Dokolo desmentiu também que o presidente Eduardo dos Santos esteja doente e tivesse sido internado.

Falando em São Tomé Dokolo disse que não poderia ter-se deslocado a São Tomé para participar num evento cultural se o seu sogro estivesse doente.

“ O Sr. Presidente aproveitou o facto de ter fechado o dossier do orçamento geral do Estado para 2014 que foi um grande trabalho para aproveitar alguns dias de férias na Europa,” disse marido da filha do presidente.

Dokolo disse acreditar que a especulação sobre a saúde do presidente se pode dever ao facto de Eduardo dos santos ter feito uma visita a um dentista.

“Aproveitou as suas férias para ver o dentista,” disse o genro do chefe de estado.
“Se calhar é daí que surgiu esse rumor que não tem fundamento nenhum,” acrescentou.

A falta de esclarecimento sobre as prolongadas ausências do presidente têm levado a uma série de especulações sobre a saúde do presidente com notícias que especulam sobre problemas que vão desde problemas da próstata a insuficiências renais e também a uma infecção causada por um implante de dentes.

As autoridades limitam-se a afirmar que as visitas a Barcelona foram de carácter privado.

Não foi noticiado quando é que o presidente regressa a Angola.

Mostrar Comentários

XS
SM
MD
LG