Links de Acesso

Governo de Moçambique nega divisão do município da Beira

  • VOA Português

Cidade da Beira, marginal

Cidade da Beira, marginal

MDM recebeu com estranheza o anúncio do representante do Estado na Beira porque a medida só poderia avançar com aprovação dao parlamento e dos órgãos municipais.

O Governo moçambicano garantiu ao partido MDM, que dirige o município da Beira, que não pretende dividir a jurisdição da segunda maior cidade do país, noticiou hoje a estatal Agência de Informação de Moçambique (AIM).

A garantia foi dada pelo vice-ministro da Administração Estatal (MAE), José Tsambe num encontro ontem com Daviz Simango, edil da Beira e presidente do MDM, que ameaçara mobilizar uma resistência popular contra a medida.

O representante do Estado moçambicano no município da Beira, José António Cuela, tinha anunciado que as autoridades centrais pretendiam proceder a uma nova divisão administrativa da Beira, transferindo vários bairros periféricos do município para um novo distrito, com fundamento em razões económicas, sociais e demográficas.

A intenção de reduzir o território sob jurisdição do município da Beira provocou uma reacção contundente por parte do MDM, que lidera o município e manteria, na versão mais extrema da proposta, apenas oito dos 26 bairros que actualmente gere.

O MDM recebeu com estranheza o anúncio do representante do Estado na Beira, assinalando que a medida só poderia avançar mediante aprovação da Assembleia da República e dos órgãos municipais.

Mostrar Comentários

XS
SM
MD
LG