Links de Acesso

Governo de Cabo Verde desmente notícia sobre ébola no país

  • Alvaro Ludgero Andrade

Cristina Fontes Lima, Ministra-Adjunta e da Saúde de Cabo Verde

Cristina Fontes Lima, Ministra-Adjunta e da Saúde de Cabo Verde

Ministra-Adjunta e da Saúde garante não existir nenhum caso da doença no país nem pessoas em quarentena.

Notícias postas a circular ontem pela imprensa portuguesa e que teve repercussão junto de países emissores de turistas para Cabo Verde bem como nas redes sociais indicavam a existência de 27 casos de doentes com ébola no país e, alguns meios de comunicação se referiam a 27 pessoas em quarentena.

As reacções de muita preocupação e temor não se fizeram esperar, nomeadamente na Europa, principal origem de mais de meio milhão de turistas que visitam anualmente Cabo Verde.

Em declarações à VOA esta sexta-feira, 5, a ministra-Adjunta e da Saúde Cristina Fontes Lima desmentiu a notícia que considerou de irresponsável.

"Todas as pessoas que chegam ao país provenientes dos países afectados são acompanhadas por um período de 21 dias, como acontece em todos os outros países, mas não temos nenhum caso de ébola, nem ninguém está de quarentena, a notícia é falsa e irresponsável", garantiu Fontes Lima.

A ministra assegura também que as autoridades sanitárias mantêm um controlo apertado em todas as fronteiras do país e que continuam a fazer de tudo para evitar a chegada da doença ao arquipélago.

Cristina Fontes Lima adverte que, além de um intenso plano de comunicação e de encontros com o corpo diplomático acreditado na Praia, o Governo exige responsabilidades de quem divulgou a notícia, "que deve repor a situação com a mesma extensão, profundidade e intensidade".

XS
SM
MD
LG