Links de Acesso

Governo da Guiné-Bissau tem seis mulheres


Domingos Simões Pereira, secretário-executivo da CPLP (foto de arquivo)

Domingos Simões Pereira, secretário-executivo da CPLP (foto de arquivo)

Seis ministros do Governo de Transição ficam no actual Executivo.

Ao contrário da Orgânica anteriormente aprovada pelo PAIGC, partido vencedor das eleições, o número dos membros do Governo subiu de 27 para 31, entre ministros e secretários de Estado.

Deste elenco governamental, contam-se seis figuras que faziam parte do regime de transição, entre as quais, se destacam Daniel Gomes, que após o Golpe de 12 de Abril esteve nos ministérios dos Recursos Naturais e da Energia, Industria e Artesanato. Agora, no meio de muitos sentimentos contestatários, regressou aos Recursos Naturais.

Mário Lopes da Rosa, que era secretário de Estado das Pescas, passa a assumir o Ministério dos Negócios Estrangeiros, da Cooperação Internacional e das Comunidades. Ele era o candidato de Domingos Simões Pereira nas primárias do partido para a Presidência da República, tendo sido derrotado por José Mario Vaz.

De resto, os responsáveis governamentais que transitaram do Executivo anterior são Antônio SerifoEmbaló, Idelfrides Manuel Gomes Fernandes, Tomásia Manjuba e Carlos Nhaté.

O novo Governo tem seis mulheres nas aéreas da Defesa, Justiça, Saúde, Educação, do Orçamento e Assuntos Fiscais, assim como da Mulher, Família e Coesão Social.

XS
SM
MD
LG