Links de Acesso

Governo angolano aperta o cinto e corta "regalias"

  • Redacção VOA

Imagem de Arquivo de fábrica de automóveis em Pequim

Imagem de Arquivo de fábrica de automóveis em Pequim

PR propõe limitar uso de viaturas pelos dirigentes.

A crise económica e financeira em Angola força o Governo a restringir as regalias de parte dos funcionários do aparelho do Estado.

Uma proposta do Presidente José Eduardo dos Santos, com o apoio do MPLA, que retira o direito a viaturas de uso pessoal a directores nacionais, funcionários, dirigentes e titulares de cargos de públicos, será discutida nesta quinta-feira, 17, na Assembleia Nacional.

A nova norma só vai permitir o uso de viaturas atribuídas pelo Estado a figuras que vão do Presidente da República aos administradores municipais e seus adjuntos.

A medida, justificada com a necessidade de racionalizar os recursos financeiros do Estado em razão da crise económica e financeira, determina que os servidores públicos visados poderão adquirir viaturas próprias, mas “comparticipadas pelo Estado”.

A decisão presidencial é ainda justificada com a necessidade de aplicar a restrição ao máximo na distribuição de veículos de uso pessoal, especialmente os de luxo, por onerarem os recursos do Estado.

A legislação propõe, em substituição, modelos mais económicos e que ofereçam vantagens no processo de manutenção e assistência técnica.

Leonel Gomes

Leonel Gomes

O secretário geral da Casa- CE, Leonel Gomes, considera que mais do que restringir a atribuição de viaturas a alguns servidores público a Lei do Património do Estado devia ser profundamente alterada “para não permitir a alienação directa, sem concurso nem transparência, do património do Estado por titulares de cargos públicos”.

Adalberto da Costa Júnior

Adalberto da Costa Júnior

Por seu turno, o presidente da bancada parlamentar da Unita, Adalberto da Costa Júnior, é citado hoje pelo diário angolano OPAÍS como tendo dito que “as restrições propostas ao uso de veículos pessoais a detentores de cargos políticos é sem dúvida uma boa alternativa para economizar”.

Costa Júnior diz que a nova lei vem trazer uma limitação na compra de viaturas de luxo que tem sido uma prática do do Estado angolano ao mesmo tempo que coloca ordem no assunto.

XS
SM
MD
LG