Links de Acesso

Governo angolano anuncia medidas para combater zika e cólera

  • Redacção VOA

Autoridades angolanas querem ajuda do Brasil

Ministro confirma três casos de zika e 252 casos de cólera, com 11 mortes e pede ajuda ao Brasil

O ministro angolano da Saúde confirma o surgimento de casos devírus do zika em Benguela, Luanda e, mais recentemente, na província do Bengo, onde nasceu um bebé com microcefalia provocada pela doença.

Em conferência imprensa nesta quarta-feira, 8, Luís Gomes Sambo anunciou que estão a ser reforçadas as medidas clínicas e laboratoriais anunciadas inicialmente, para o combate à cólera e à febre amarela.

“Vamos criar a nossa a base de dados,investigar e melhorar as condições de atendimento clínico”, sublinhou.

Gomes Sambo afirmou ainda que para o caso do combate ao vírus da zika o Governo está em contacto com as autoridades brasileiras por causa da experiência que detêm no enfrentamento de epidemias dessa doença.

O ministro da Saúde confirmou também o registo de 252 casos de cólera e 11 mortes na vila petrolífera do Soyo, Cabinda e Luanda e assegurou o Governo já disponibilizou as verbas necessárias para as medidas de prevenção requeridas.

XS
SM
MD
LG