Links de Acesso

Malanje: Habitantes do Kinguengue enfrentam dificuldades que só o governo pode resolver

  • Isaías Soares

Malanje (foto de arquivo)

Malanje (foto de arquivo)

A melhoria das condições socioeconómicas dos habitantes da comuna de Kinguengue, no município de Massango, a 372 quilómetros a norte de Malanje carece da intervenção urgente das estruturas dos governos central e provincial.

Além de dificuldades de acesso à água potável, a população desta localidade recorre à vizinha República Democrática do Congo, para a saúde e educação dos seus filhos. A comuna tem 32.600 habitantes.

O governador de Malanje Norberto Fernandes dos Santos, que visitou nos últimos dias a sede daquela municipalidade e as comunas Kinguengue, Kihuhu constatou a realidade e anunciou a criação de um programa social de impacto imediato.

“Com três ou quatro acções muito pontuais nós podemos virar um bocadinho a situação que encontramos, particularmente em Kinguengue”, disse.

O governante anunciou a criação de condições “para que as populações se fixem mais no nosso lado, particularmente as crianças”.

Norberto dos Santos disse que enquanto a estrada estiver inoperante, as alternativas serão o tratamento da água em primeiro lugar, a seguir a energia eléctrica e também o melhoramento do posto sanitário para evitar a busca do serviço no Congo Democrático.

O Programa Integral de Desenvolvimento Rural e Combate à pobreza poderá conhecer melhor desenvoltura quando forem recuperadas as estradas terciárias que ligam a sede municipal e as duas comunas do interior, mas Norberto dos Santos tem soluções a vista.

“Vamos ensaiar pedindo helicópteros da polícia e das Forças Armadas para transportar os técnicos para que, pelo menos, nos próximos três, quatro meses possamos dar solução imediata”, disse.

Ele admitiu que “neste período não vai ser possível tratarmos a estrada”.

Mostrar Comentários

XS
SM
MD
LG