Links de Acesso

O rapto em massa, a 14 de Abril, reivindicado pelo Boko Haram, provocou uma onda de indignação global

O Presidente nigeriano, Goodluck Jonathan, cancelou a visita à cidade de Chibok, onde militantes islamitas raptaram mais de 200 raparigas.

As autoridades disseram esta Sexta-feira, 16, que Goodluck Jonathan não pode deslocar-se a Chibok, na província de Borno, por questões de segurança.

O rapto em massa, a 14 de Abril, reivindicado pelo Boko Haram, provocou uma onda de indignação global e acusações de que o Governo não está a fazer o suficiente para recuperar as raparigas.

Entretanto, o Governo da Nigéria disse que está a explorar todas as opções para o regressa a salvo destas meninas.

O Presidente nigeriano está a planear uma reunião de segurança regional para este sábado, com o presidente francês François Hollande e com os presidentes do Benin, Camarões, Níger e Chade.
XS
SM
MD
LG