Links de Acesso

General Numa anuncia candidatura à liderança da UNITA

  • Coque Mukuta

Abilio Kamalata Numa

Abilio Kamalata Numa

Abilio Kamalata Numa em primeira mão à VOA.

O deputado da UNITA, Abílio Kamalata Numa, vai concorrer à liderança do partido, disse hoje à Voz da América em Luanda. Numa, que assume a candidatura com ou sem Isaías Samakuva na corrida, aborda a visita actual do Presidente da República à China, afirmando que a oposição não pode deixar José Eduardo dos Santos hipotecar o destino de Angola.

Com ou sem a recandidatura de Isaías Samakuva a mais um mandato à frente da UNITA, Abilio Kamalata Numa disse à Voz da América, em primeira mão, que vai concorrer à liderança do partido.

“Vou concorrer para me juntar ao esforço nacional genuino de angolanos, no seio no seio do MPLA, no seio da sociedade civil e no seio de outros partidos”, disse Numa, adiantando que o fará mesmo que o actual presidente Isaías Samakuva se recandidate.

“Não vou recuar em relação a essa pretensão porque acho que Angola está em primeiro lugar e o curso que as coisas tem estado a tomar nos últimos tempos, são momentos que me preocupam. São momentos que me levam a dizer que teremos de encontrar outra forma de fazer política neste país", assegurou.

Entretanto, Numa defende que, sendo Samakuva um militante importante, ele deve ser o cabeça de lista da Unita para as eleições gerais de 2017.

“Temos que estar conscientes de que o presidente Samakuva devia representar o partido nas eleições de 2017, porque foi ele quem trouxe o partido até aqui”, defendeu o general.

Na semana passada, Isaías Samakuva admitiu ter vontade de abandonar a liderança do partido, depois de três mandatos, mas reiterou que tudo vai depender da vontade dos militantes.

Por outro lado, Abilio Kamalata Numa afirmou que não se deve admitir que o Presidente da República José Eduardo dos Santos, hipoteque Angola, sem qualquer resposta da oposição.

O general de quatro estrelas na reforma acusou o presidente de usar as instituições do Estado, tal como Assembleia Nacional e os tribunais, como simples comités do MPLA.

Mostrar Comentários

XS
SM
MD
LG