Links de Acesso

"General Filó" não vai a tribunal depôr no caso Cassule e Kamulingue

  • Redacção VOA

Kamulingue e Cassule

Kamulingue e Cassule

Estado-Maior General alega que foi operado e deve ficar mais um mês no exterior.

O Tribunal Provincial de Luanda marcou para amanhã, dia 4, mais uma audiência do julgamento do caso Cassule e Kamulingue, em que pretendia ouvir o o tenente-general José Peres Afonso, mais conhecido por “General Filó”.

Entretanto, a VOA confirmou junto de fonte do tribunal que o Estado-Maior General enviou uma carta a informar que o “General Filó” não estará presente amanhã na audiência.

Como justificação, o Estado-Maior General disse que o “General Filó” foi operado, a 4 de Fevereiro, e que deve permanecer mais um mês no exterior para acompanhamento médico.

Na audiência de 24 de Fevereiro, em que o tenente-general não compareceu, tanto o juiz como os advogados defenderam que se ele não aparecesse amanhã o tribunal devia avançar com as alegações finais.

Entretanto, a VOA sabe que o advogado David Mendes, que representa as famílias de Isaías Cassule e Alves Camulingue insiste em que seja ouvido o “General Filó” por ter sido citado, no julgamento, como autor moral dos assassinatos.

Recorde-se que estão a ser julgados nove presumíveis autores das mortes dos activistas Cassule e Kamulingue, em Maio de 2012 em Luanda.

Mostrar Comentários

XS
SM
MD
LG