Links de Acesso

Gadhafi promete lutar e vencer


Ataque da aviação de Gadhafi contra forças rebeldes

Ataque da aviação de Gadhafi contra forças rebeldes

Um porta-voz do Pentágono anunciou que foram disparados mais de 112 mísseis “Tomahawk”

Gadhafi promote lutar e vencer

O líder líbio, Moammar Gadhafi, afirma que o seu país está pronto para “uma longa guerra” com as forças ocidentais que estão a atacar as suas forças com centenas de mísseis.

Numa mensagem áudio transmitida pela televisão estatal líbia, Gadhafi disse “não haver justificação” para a interferência dos EUA e das nações europeias no seu país. Comentou, a propósito, que os ataques aéreos de que está a ser objecto equivalem a actos de terrorismo.

O líder líbio disse ter aberto todos os seus depósitos de armas para que todos os líbios estejam agora armados e prontos a lutar. Gadhafi garantiu que as forças estrangeiras serão derrotadas.

Os EUA, potências europeias e Estados árabes lançaram, no sábado, vários ataques destinados a criar na Líbia uma zona de exclusão aérea, mandatada pela ONU. A iniciativa visa impedir que a aviação de Gadhafi continue a atacar populações de localidades em poder das forças rebeldes anti-governamentais.

Um porta-voz do Pentágono anunciou que foram disparados mais de 112 mísseis “Tomahawk” a partir de navios americanos e britânicos estacionados no Mar Mediterrâneo. Mais de 20 alvos que poderiam constituir uma ameaça para as forças da coligação foram destruídos pelos mísseis.

XS
SM
MD
LG