Links de Acesso

Dom Gabriel Mbilingui, celebrou o natal na cadeia central do Lubango

  • Teodoro Albano

Angola Lubango

Angola Lubango

O arcebispo do Lubango, Dom Gabriel Mbilingui, celebrou nesta segunda-feira o natal com os reclusos da cadeia central do Lubango.

Os perto de setecentos reclusos ouviram do sacerdote católico a mensagem de fé e de esperança no futuro.


Durante a homilia dom Gabriel Mbilingui confortou os reclusos alertando-os de que apesar de presos, jamais perderão a condição de serem filhos de Deus.

“A prisão torna-se um espaço onde a pessoa tem a oportunidade de entrar dentro do próprio coração de verificar que na verdade é afinal importante que nós possamos nunca perder esta dignidade de filhos e filhas de Deus e que portanto as nossas acções devem ser igualmente acções dignas daqueles e daquelas que são filhos e filhas de Deus.”

De acordo ainda com o prelado, Dom Gabriel Mbilingui, que baseou sua homilia na epístola de Paulo a Tito, os presos mesmo nesta condição têm a herança de ganhar a vida eterna assente na justiça e paz.

“ Mesmo na prisão meus irmãos minhas irmãs não vos esqueçais sois herdeiros da vida divina e esta é eterna e esta não é de sofrimento esta não é de prisão esta é de liberdade esta é de justiça esta é de santidade esta é uma vida de graça como é definido por Deus. Este é o ensinamento que tiramos da epístola de São Paulo a Tito manifestou-se com o natal do senhor a vontade de Deus, manifestou-se o seu amor para com homens, manifestou-se a sua misericórdia que tornou possível que ele nos comunicasse o seu espírito santo no baptismo e assim nos tornássemos nova criatura.”

A cadeia central do Lubango recebe perto de setecentos reclusos. A mensagem de conforto levada pelo arcebispo do Lubango se dá numa altura em que sobrelotação é a principal dor de cabeça naquele estabelecimento prisional concebido para acolher pouco menos de duzentas pessoas.

Mostrar Comentários

XS
SM
MD
LG