Links de Acesso

Fundo Soberano de Angola revela investimentos, com Europa à cabeça.

  • Redacção VOA

José Filomeno dos Santos, presidente do Fundo Soberano de Angola

José Filomeno dos Santos, presidente do Fundo Soberano de Angola

Investimentos estão distribuídos por vários continentes, com 34 por cento na África Subsaariana.

O Fundo Soberano de Angola deu a conhecer pormenores dos seus investimentos na sequência de uma auditoria independente levada a cabo pela companhia Deloitte & Touche e que revelam que o Fundo possuía um activo total de 4.880 milhões de dólares no final de 2014.

O Fundo foi criado para promover o crescimento e desenvolvimento do país a partir dos lucros do petróleo.

No final de 2014, os activos de renda fixa correspondiam a 2.700 milhões de dólares, ou seja 56 por cento da carteira de investimentos, enquanto os fundos investidos em interesses de companhias privadas, (Private Equity) ascendiam a 34 por cento dos investimentos.

A maior parte dos investimentos está na Europa (37%), seguido da África subsaariana (34%), América do Norte (18%) e resto do mundo (11%).

A instituição criou vários fundos de investimentos, nomeadamente de infra-estrutura (1.100 milhões de dólares), hotéis (500 milhões), Investimento Mineiro (250 milhões), Silvicultura (250 milhões), Agrícola (250 milhões), Saúde (400 milhões) e ainda um fundo denominado Investimentos Mezzanine (250 milhões) “para explorar oportunidades de formação de capital estruturado na região subsariana".

O Fundo Soberano de Angola, segundo os documentos divulgados, apoiou “projectos de desenvolvimento social” no valor de 22 milhões dólares

Mostrar Comentários

XS
SM
MD
LG