Links de Acesso

Filipe Nyusi enfrenta a máquina do partido

  • Ramos Miguel

Filipe Nyusi - Presidente de Moçambique

Filipe Nyusi - Presidente de Moçambique

O novo presidente da Frelimo pode convocar uma sessão extraordinária para eleger novo secretário-geral.

O presidente da Frelimo e da República de Moçambique Filipe Nyusi pode convocar uma sessao extraordinária do partido para eleger um novo secretário-geral, de modo a reduzir o peso do anterior presidente na estrutura. Analistas dizem, no entanto, que levará tempo para Filipe Nyussi impor o seu controlo sobre a máquina partidária e estatal, devido ao facto de Armando Guebuza ter construido o partido em função da visão que ele tinha do Estado e da Frelimo

Algumas pessoas interrogam-se se os colaboradores do antigo presidente da Frelimo Armando Guebuza vão continuar a ser influentes no partido e no Estado e se Filipe Nyussi vai manter a anterior máquina partidária.

Raul Senda, editor executivo do jornal Savana, diz que o novo líder da Frelimo vai montar a sua própria máquina, realçando que, nos últimos 10 anos, vimos que o Presidente Guebuza tinha a sua própria máquina, "e com Filipe Nyussi vai ser a mesma coisa".

Senda referiu haver indicações de que o secretário-geral da Frelimo vai ser substituído "e parece-me que será convocada uma sessão extraordinária do Comité Central, para tratar desta questao".

Entretanto, o jurista José Machicame diz que Guebuza construiu o partido em função da visão que ele tinha do Estado, o que fez com que o antigo presidente tenha ainda um enorme peso na Frelimo, razão pela qual Nyussi levará tempo a impor o seu controlo sobre a máquina partidária.

Aquele analista destacou que até na formação do Governo foi notória a tentativa de conciliar os vários interesses que gravitam à volta da Frelimo.

"Não vejo que possam haver rupturas que façam com que os colaboradores mais próximos do antigo presidente fiquem completamente marginalizados", concluiu José Machicame.

XS
SM
MD
LG