Links de Acesso

Analistas dizem que Frelimo pode recuperar propostas de autonomia das províncias

  • Ramos Miguel

Afonso Dhlakama e Filipe Nyusi

Afonso Dhlakama e Filipe Nyusi

Vozes na Frelimo pedem por descentralização.

Em Moçambique, analistas dizem acreditar que, nos próximos tempos, a Frelimo possa pegar no projecto das autarquias provinciais da Renamo, chumbado pelo Parlamento, para melhorá-lo e depois desencadear um debate mais amplo sobre a descentralização do poder, que já vem sendo exigida por alguns sectores da sociedade, incluindo da própria Frelimo.

O jornalista Fernando Lima, falando após o chumbo da proposta da Renamo, disse que a Frelimo poderá dar um melhor enquadramento político a este projecto, de modo a que, por exemplo, os governadores provinciais sejam eleitos nas respectivas provincias, em vez de serem nomeados pelo poder central.

Alguns históricos da Frelimo, entre os quais José Óscar Monteiro, que já foi ministro da Administração Estatal, considera que a descentralização permite uma governação mais inclusiva e mais representativa.

O historiador Atanásio Francisco afirma que apesar da reprovação do projecto da Renamo, o debate sobre a descentralização vai prosseguir, sublinhando ser do interesse da própria Frelimo que se caminhe para um processo de descentralização do poder.

Vários outros analistas dizem ser possível melhorar a proposta da Renamo e que nas redes sociais, alguns membros da própria Frelimo já discutem o assunto.

Refira-se que o Parlamento moçambicano chumbou a proposta da Renamo para a criação de autarquias provinciais por ser inconstitucional.

Mostrar Comentários

XS
SM
MD
LG