Links de Acesso

Históricos perdem lugar no Comité Central da Frelimo

  • Redacção VOA

Militantes da FRELIMO em festa

Militantes da FRELIMO em festa

Jorge Rebelo e Jacinto Veloso afastados. Ambos ocuparam lugares de destaque após a independência do país.

Várias figuras históricas da FRELIMO perderam o seu lugar no Comité Central do partido reunido em Congresso na cidade de Pemba.

De fora com efeito ficaram Jacinto Veloso, Jorge Rebelo, Alfredo Gamito, Teodoro Waty, e Edmundo Galiza Matos, enquanto os veteranos Filipe Paúnde, Alberto Chipande, Marcelino dos Santos e Pascoal Mocumbi foram reeleitos.

Rebelo tinha feito um discurso ao congresso cuja transmissão pela televisão foi cortada em que criticou a falta de dialogo interno do partido.

A salientar a entrada de Valentina Guebuza filha do Presidente da República e líder do partido, Armando Guebuza, que foi recentemente descrita pela Forbes como "a princesa milionária", pois dirige o Focus 21, o grupo empresarial da família, com negócios avaliados em cinco milhões de dólares, segundo aquela revista.

Os eleitos por voto secreto juntam-se aos 125 membros eleitos por voto aberto e aclamação nas conferências provinciais.

A ex primeira ministra Luísa Diogo foi eleita para o Comité Central mas obteve apenas 1.189 votos de um total de 1.809.

O Comité Central vai agora eleger uma nova Comissão Política e um novo Secretário geral

Embora os nomes de candidatos à escolha de Secretário geral da Renamo não tenham sido divulgados, especula-se em três candidatos para o posto do qual poderá sair um futuro candidato à presidência da República.

Após a eleição de Armando Guebuza para presidente do partido por mais um mandato de cinco ano, especulava-se na cidade de Pemba que Filipe Paúnde poderá ser re eleito para o cargo por contar com o apoio de Guebuza. Paunde foi reeleito para o Comité Central

A jornalista Emilia Moyane disse à Voz da América que Paúnde pode ser considerado “homem de confiança” do actual presidente





Apesar do apoio de Guebuza Paúnde é visto por muitos delegados como ineficaz.
Ao abrigo da actual constituição Guebuza não se poderá recandidatar à presidência da República pelo que se assume que este quer ter como candidato à chefia do estado alguém em quem possa confiar.

No Congresso aliás a FRELIMO efectuou emendas aos seus estatutos de modo a assegurar que membros eleitos da FRELIMO para postos de estado respondem perante o partido.

O futuro Secretário-geral do partido é visto como um possível candidata à presidência. Da República nas eleições de 2014.

Outros nomes a serem mencionado são os de Eduardo Mulembwe antigo presidente da Assembleia da República e Luíza Diogo antiga primeira ministro.

O Congresso termina Sexta-feira.
XS
SM
MD
LG