Links de Acesso

François Hollande e José Eduardo dos Santos tratam de negócios em Luanda

  • Alvaro Ludgero Andrade

François Hollande e José Eduardo dos Santos em Paris

François Hollande e José Eduardo dos Santos em Paris

Presidente francês realiza esta quinta-feira, 2, uma visita de 24 horas a Luanda.

O Presidente da França, François Hollande, inicia esta quinta-feira, 2, anhã uma visita de 24 horas a Angola, durante a qual, além de se encontrar com o seu homólogo José Eduardo dos Santos, participará num fórum empresarial, retribuindo desta forma a visita do homólogo angolano, em 2014.

Esta visita surge na sequência da reaproximação entre os dois países, que culminou em Dezembro passado, com a assinatura de acordos para o reforço da cooperação bilateral, de parceria económica e facilitação de vistos nos passaportes ordinários.

Para jornalista e analista Rui Neumann, que se encontra em Paris, diz que a visita de François Hollande pretende reforçar e abrir caminho a investimentos franceses.

“É bom não esquecer que o grupo Total é a primeira empresa de França e é o primeiro operador petrolífero em Angola, de onde extrai 15 por cento da sua produção mundial, representante 40 por cento dos recursos do país, por isso o Françoise Hollande não pode fechar os olhos”, começa por dizer Neumann.

Ainda no que ele chama de “foco económico” do Presidente francês, aquele analista lembra que a Accor espera que com esta visita poderá assinar acordos que lhe permitirão construir cerca de 50 hotéis em Angola, “além de vários outros protocolos que deverão ser analisados”.

Apesar de considerar que o escândalo “angolate” não será esquecido tão rápido, Rui Nuemann acredita que problema pode ser “sarado com a cooperação que os dois países vão desenvolver, inclusive na área de segurança”.

De acordo com o programa de visita, Hollande vai encontrar-se com a comunidade francesa e, na sexta-feira, dá início à sua agenda de trabalhos com a participação no Fórum Económico França-Angola, no qual se prevê a assinatura de contratos e negócios.

François Hollande passará pelo memorial Agostinho Neto, o primeiro Presidente de Angola, antes de seguir para o palácio presidencial, onde será recebido com honras militares.

O encontro com o Presidente angolano, José Eduardo dos Santos, acontece antes da assinatura de acordos, seguindo-se uma declaração conjunta à imprensa pelos dois chefes de Estado.

O Presidente francês cumpre uma série de visitas, com passagem já pelo Benim, seguindo depois de Angola para os Camarões.

A visita de François Hollande a Angola surge na sequência da reaproximação entre os dois países, que culminou em dezembro passado, com a assinatura de acordos para o reforço da cooperação bilateral, de parceria económica e facilitação de vistos nos passaportes ordinários.

Essa reaproximação marca uma nova etapa nas relações entre Paris e Luanda, uma década depois do escândalo do "Angolagate", o nome dado ao processo sobre o alegado tráfico de armas da Europa do Leste para Angola, entre 1993 e 2000.

Mostrar Comentários

XS
SM
MD
LG