Links de Acesso

França: Corpos de judeus em Israel, Charlie Hebdo promete capa com Maomé


Vigília em Paris com as palavras de ordem: "Eu sou muçulmano, eu sou judeu, eu sou católico, eu sou Charlie".

Vigília em Paris com as palavras de ordem: "Eu sou muçulmano, eu sou judeu, eu sou católico, eu sou Charlie".

Os corpos de quatro judeus vítimas do ataque na semana passada, em Paris, estão em Israel, onde decorrerão as cerimónias fúnebres.

Os restos mortais das vítimas do ataque ao supermercado judaico chegaram esta Terça-feira, 13, ao Aeroporto Internacional Ben Gurion. O primeiro-ministro israelita,Benjamin Netanyahu irá ao funeral, assim como outras figuras públicas.

Netanyahu lançou alguma controvérsia quando no Domingo apelou aos judeus franceses que para migragrem para Israel, de modo a evitar aquilo a que chamou “crescente onda de anti-semitismo.

Em Paris, o Presidente François Hollande participa de uma cerimónia em homenagem póstuma aos três polícias mortos no ataque ao semanário satírico Charles Hebdo, para entrega das medalhas da Legião de Honra.

Entretanto, aquele semanário prometeu também que a próxima capa terá a imagem de Maomé. Quarta-feira estarão nas bancas três milhões de cópias, de um semanário que por norma imprime 60 mil.

XS
SM
MD
LG