Links de Acesso

Liga para o Desenvolvimento dos ex-militares das Forças Armadas Angolanas

  • Arão Ndipa

Avenida Marginal, Luanda

Avenida Marginal, Luanda

Os ex militares das Forças Armadas Angolanas estão com a paciência esgotada

A situação social dos ex-militares que serviram os exércitos das extintas Forças Armadas Populares de Libertação de Angola e as Forças Armadas de Angola então pertencentes ao braço armado do MPLA e da UNITA tem vindo a ganhar contornos preocupantes.


São na sua maioria responsáveis de famílias, desempregados e desesperados, foram desmobilizados no ambito dos vários acordos de paz entre o governo Angolano e a UNITA.

Por isso consideram que o executivo Angolano tem vindo a marginalizar o seu grito de socorro a julgar pelos incumprimentos que se registam no pagamento das suas pensões de reforma.

Em 2011, os ex-militares da UNITA e do MPLA juntaram-se e criaram a Liga para o Desenvolvimento dos ex-militares das Forças Armadas Angolanas.

Hoje, legalmente constuida e recinhecida pelo governo Angolano, esta Associação integra igualmente antigos combatentes da FNLA e da FLEC.

Um dos objectivos da Associação é realizar programas de sensibilização para uma maior compreensão da problemática dos ex-militares nas comunidades; desenvolver campanhas sobre os direitos e deveres cívicos desta franja da sociedade Angolana.

Os ex militares das Forças Armadas Angolanas, filiados na Liga de Desenvolvimento, estão com a paciência esgotada e acusam o ministério da defesa como principal responsável pelo não cumprimento dos seus direitos.

Para nos falar sobre o assunto, ouvimos António Kutyanguia, secretário-geral da Liga, Felizberto Kassinda, antigo militar e Monteiro Kawewe, jurista e escritor.

Mostrar Comentários

XS
SM
MD
LG