Links de Acesso

Fitch coloca dívida soberana de Angola na categoria de lixo

  • Redacção VOA

Agência projecta que crescimento da economia será zero em 2016.

A dívida angolana foi classificada na escala de “lixo”, com perspectiva de evolução negativa pela agência de ratings Fitch.

Desta forma, a dívida mantém-se abaixo da escala de investimento e a agência prevê que Angola terá em 2016 o pior desempenho económico em 14 anos.

No relatório divulgado este fim-de-semana, a Fitch destaca que Angola continua sob um “severo choque petrolífero”, que estalou em 2014 com a brusca queda do preço do crude no mercado internacional, e cuja venda representava 95 por cento das suas exportações.

“O sector petrolífero mantém algum dinamismo, mas a Fitch espera que a economia cresça zero em 2016, descendo dos três por cento em 2015 e com a pior performance em 14 anos”, escreve a agência.

O documento projecta uma inflação média de 30 por cento de 2016, abaixo dos 38,1 por cento de Agosto e da previsão do Governo que é de 38,5 por cento.

Quanto ao défice das contas públicas, a Fitch tem uma projecção mais optimista que a do Executivo, ao apontar para 5,8 por cento contra os 6,8 por cento previstos no Orçamento Geral do Estado revisto na semana passada.

Em Março, a Fitch tinha já descido a Perspectiva de Evolução da avaliação da dívida soberana do país para negativa.

Mostrar Comentários

XS
SM
MD
LG