Links de Acesso

Filipe Nyusi e Afonso Dhlakama devem reunir-se em breve

  • VOA Português

Filipe Nyusi

Filipe Nyusi

Líder da Renamo está a caminho de Maputo.

Em Moçambique, o Presidente da República Filipe Nyusi e o líder da Renamo Afonso Dhlakama poderão reunir-se em breve na capital do país. O líder da oposição está a caminho de Maputo e tudo aponta para um encontro que esteve agendado para realizar-se entre 23 e 26 do passado mês de Janeiro.

Apesar de ontem, 5, o porta-voz da Renamo António Muchanga ter dito à VOA que o presidente do partido não se deslocaria tão brevemente a Maputo, o certo é que Afonso Dhlakama está a caminho da capital, onde deverá chegar ainda hoje.

Afonso Dhlakama

Afonso Dhlakama

A informação foi avançada à VOA por Eduardo Namburete, um destacado dirigente da Renamo, que, no entanto, não adiantou qualquer dado sobre o possível encontro entre Nyusi e Dhlakama.

Entretanto, o conselheiro do Presidente da República para a Área Política e Comunicação Social António Gaspar não só confirmou o encontro, como disse à AIM que Filipe Nyusi está a envidar esforços para garantir que o mesmo se realize, se possível, ainda hoje.

António Gaspar revelou que a reunião entre os dois líderes tinha estado agendada para acontecer entre os dias 23 e 26, mas fracassou.

Entre outros temas, o encontro entre o Presidente da República e o líder da Renamo poderá desbloquear o processo de posse dos deputados daquele partido na oposição na Assembleia da República e nas assembleias provinciais.

No próximo dia 12, quinta-feira, caso este impasse continue, o deputados da Renamo não vão assumir as suas cadeiras. Eduardo Namburete diz não ser verdade que os deputados podem perder os mandatos se não tomarem posse no prazo de 30 dias.

“Não é verdade que os deputados tenham de tomar posse no prazo de 30 dias depois da posse dos primeiros deputados, a Constituição diz que um deputado perde o seu mandato se não comparecer na segunda sessão, que acontece em Junho”, explicou Namburete.

XS
SM
MD
LG