Links de Acesso

Feira da Huíla luta com falta de espaço

  • Teodoro Albano

Senhora do Monte, Lubango (Angola)

Senhora do Monte, Lubango (Angola)

Expo Huíla cresce anualmente. Iniciada este ano com 230 empresas

A tradicional Expo-Huíla está a lutar com falta de espaço reflectindo não só o crescimento económico mas também o aumento do interesse pelo mercado desta província

Duzentas e trinta empresas da indústria extractiva, alimentar, construção civil, tecnologia e comunicação, imobiliária, entre outras, expõem a partir desta quarta-feira até domingo na vigésima primeira edição da Expo-Huíla 2013.

O evento tido como a maior bolsa de valores da região, ocorre no âmbito das festividades da Nossa Senhora do Monte, a padroeira do Lubango.

Empresas nacionais em maioria e algumas estrangeiras preenchem os variados pavilhões do cada vez mais pequeno espaço que compreende o recinto, para a inquietação do presidente de direcção da Associação Agro-pecuária, Comercial e Industrial da Huíla, AAPCIL promotora do evento, António Lemos.

Lemos defendeu maior protagonismo da província na realização de eventos empresariais e assumiu o desejo de trazer à Huíla uma exposição de produção nacional.

“ Queremos realizar outros eventos, queremos assumir a realização de uma exposição nacional do que é produzido em Angola, queremos trazer para a Huíla mais protagonismo no que se refere a realizações empresariais,” disse.

“Não podemos ignorar o potencial económico que temos, não podemos ignorar a classe empresarial que temos e que diversas vezes foi mencionado pelo executivo nacional e reconhecida por sua excelência Sr. presidente da república na sua última visita a nossa província. Temos a obrigação e sentimos a necessidade de fazer mais e melhor por esta província,” acrescentou

O governador provincial, João Marcelino Tchipingui, mostrou disponibilidade do seu executivo em colaborar com a classe empresarial local, para a elevação da Huíla no contexto do país.

Relativamente ao espaço para futuras exposições, João Marcelino Tchipingui, promete envolvimento na busca de soluções.

“ O espaço solicitado, isto não pode constituir problema vamos em conjunto mais do que nós vocês vão dizer onde é que poderá ser e vamos depois em conjunto infraestruturar e criar as condições para que no futuro possamos ter um espaço maior,” disse.

África do Sul, Gana, Namíbia e Portugal são algumas das presenças estrangeiras na EXPO-HUÍLA 2013 na sua vigésima primeira edição.
XS
SM
MD
LG