Links de Acesso

Febre amarela provoca mortes na Lunda Norte

  • Manuel José

Denúncia é do PRS.

O Partido da Renovação Social (PRS) em Angola confirma mortes provocadas pele febre amarela em Kafunfo, na província da Lunda Norte, cujas primeiras denúncias tinham sido alegadamente desmentidas peao administradora do Cuango.

Jordan Muacabinza, secretário para Informação Regional do PRS, assegura que o governador da província foi verificar no local a denúncia e confirmou que as populações locais têm tido muitas baixas, devido inclusive à falta de medicamentos e material consumível no Hospital Regional de Kafunfo.

No mês passado o PRS havia denunciado publicamente a existência de vários casos de febre amarela e mortes.

“O governador da Lunda Norte Ernesto Muangala visitou o município e viu com os próprios olhos os casos de mortes por febre amarela, o número de sepulturas, como já havia denunciado o dirigente do PRS, Domingos Kamone, e que por ignorância a administradora local teria dito que não prestava contas a qualquer cidadão, mas sim ao governador da província que a nomeou”.

Muacabinza também diz desmentir informações da imprensa local, segundo as quais as mortes devem-se à ignorância das pessoas que não procuram os hospitais.

Para aquele responsável do PRS, “o Hospital Regional de Kafunfo comunicou às igrejas no dia 20 de Março que não tinha medicamentos e neste momento não há medicamentos, nem material consumível, como é que a população vai aderir ao hospital?”, pergunta.

“Eu pessoalmente já fui ao hospital fazer consulta e sempre me dão receita para comprar nas farmácias particulares”, concluiJordan Muacabinza.

A VOA tentou mas sem sucesso falar por telefone com o governador provincial da Luanda Norte.

XS
SM
MD
LG