Links de Acesso

Familiares de Kalupeteca não conseguem visitar o líder religioso que está doente

  • Manuel José

José Julino Kalupeteca

José Julino Kalupeteca

Filho continua a pedir transferência do pai para a cadeia de Huambo.

O líder da seita A Luz do Mundo condenado a 28 anos de prisão não recebe há um mês a visita dos seus familiares, que alegam não ter meios para se deslocarem de Huambo a Luanda, para onde José Julino Kalupeteca foi transferido.

O filho do líder religioso, Julino Katupe, diz que o pai não se alimenta bem, só consome água do rio e está doente porque não se adapta ao calor que se faz sentir em Luanda.

Katupe lamenta não ter dinheiro para ir a Luanda e continua a pedir que o pai seja transferido para o Huambo, onde sempre viveu.

''O pai tem problema para se adaptar ao calor neste momento, tem infecções no corpo todo por causa do clima'', lamenta Katupe.

José Julino Kalupeteca foi condenado a 28 anos de prisão efectiva pelas mortes ocorridas no ano passado no monte Sumi, no Huambo, onde, segundo dados oficiais, nove polícias e 13 civis perderam a vida.

Os partidos da oposição e activistas falam em centenas de mortos e o Governo de Angola recusou uma investigação internacional pedida pelas Nações Unidas.

XS
SM
MD
LG