Links de Acesso

Familiares de Cassule e Kamulingue querem ver seus corpos

  • Manuel José

Poster por Kamulinge e Cassule

Poster por Kamulinge e Cassule

Um funeral condigno e autores morais na cadeia é o que querem os familiares.

Na terceira quadra festiva sem a presença de seus parentes, familiares de Isaias Cassule e Alves Kamulingue gostariam, como consolo, que o Governo apresentasse os restos mortais de seus entes queridos para um funeral condigno e que os mandantes deste crime fossem apresentados em tribunal.

Veloso Cassule, irmão do activista Isaias Cassule desaparecido desde 2012, pretende que o Governo diga o paradeiro dos restos mortais do seu parente.

"Se eles assumiram que mataram mesmo de verdade então que digam onde meteram o corpo, os familiares querem uma resposta sobre isto, para enterrarmos o nosso parente, isto é o que esperamos", Veloso Cassule.

Para além do apoio financeiro que precisam, os familiares de Isaias Cassule querem igualmente que os mandantes do crime sejam levados às barras do tribunal.

Do lado dos familiares de Alves Kamulingue, Horácio Essule, tio, diz estarem a passar mal, mas o seu desejo era mesmo ver os restos mortais de seu parente.

"Estamos mesmo mal, até este presente momento não recebemos nada referente a esta quadra festiva, mas o que queremos mesmo é ver pelo menos um sinal do corpo para enterrarmos, eles estão a falar de morte, mas nós angolanos só consideramos óbito quando se enterra o corpo enquanto isto não acontecer isto não é óbito", diz.

De recordar que o julgamento deste caso prossegue em Janeiro.

XS
SM
MD
LG