Links de Acesso

Falha na segurança da Casa Branca permite entrada a intruso armado


Omar Gonzalez, de 42 anos, pulou a cerca da Casa Branca, correu pelos jardins e dirigiu-se aos quartos da família Obama.

A directora do Serviço Secreto dos Estados Unidos depõe hoje perante uma comissão do congresso sobre a falha de segurança registada na Casa Branca, no início deste mês.

Julia Pierson enfrenta duras perguntas dos legisladores sobre casos de violação da segurança ao redor do presidente Barack Obama e sua família.

Além dos dois casos recentes, também está a ser interrogada sobre um pistoleiro solitário que disparou tiros na Casa Branca em 2011, um escândalo de prostituição envolvendo agentes durante uma viagem presidencial à Colômbia em 2012 e sobre uma noite de bebedeira de três agentes que em Março passado acompanhavam o presidente em Amsterdão, tendo sido enviados de imediato aos Estados Unidos.

Julia Pierson responde às questões no Capitólio em Washington, Set. 30, 2014.

Julia Pierson responde às questões no Capitólio em Washington, Set. 30, 2014.

No incidente de há duas semanas, Omar Gonzalez, de 42 anos, foi preso depois que ter pulado a cerca da Casa Branca e corrido pelos jardins em direcção ao edifício.

O Serviço Secreto disse inicialmente que Gonzalez foi preso na entrada principal, mas agências de notícias revelaram ontem que ele foi visto passar por um guarda na porta da frente, tendo corrido em direcção às escadas que dão acesso aos quartos da família do presidente, antes de ser dominado.

O Serviço Secreto também disse inicialmente que Gonzalez estava desarmado, mas depois soube-se que ele tinha uma faca na mão.

XS
SM
MD
LG