Links de Acesso

FACIM Afectada pelas Manifestações de Protesto


Pneus arder, Maputo/Setembro 2010

Pneus arder, Maputo/Setembro 2010

Na quarta-feira esteve às moscas, e nesta quinta-feira, apesar de as portas estarem abertas, há pouco público.

A Feira Internacional de Maputo é um evento que acontece todos os anos, por estas alturas do ano.

E a edição referente a 2010 teve o seu início na última segunda-feira, e ninguém estava à espera que, dois dias depois da abertura das portas da FACIM, a capital moçambicana estivesse a ser abalada por uma revolta popular que restringiu a circulação de pessoas e bens.

A Feira, naturalmente, ficou afectada. Nesta quarta-feira esteve às moscas, e nesta quinta-feira, apesar de as portas estarem abertas, há pouco público.

Os organizadores falam de muitos prejuízos.

Laurinda Uele, Assessora de Direcção para Relações Internacionais do Instituto para a Promoção das Exportações, a entidade que está à frente da organização da Feira Internacional de Maputo.

FACIM que esteve ano conta com treze países expositores e mais de quatrocentas e noventa empresas, a maior parte das quais, nacionais.

Portugal, que neste momento ocupa o lugar de maior investidor estrangeiro em Moçambique, é o país que tem, na FACIM, a maior presença empresarial.

São acima de noventa empresas. Umas dentro do pavilhão reservado ao país, e outras fora dele.

Mas, contrastando com o pessimismo dos organizadores da Feira, os portugueses parecem muito animados.

XS
SM
MD
LG