Links de Acesso

Exposição "Projecto Inbondeiro" queixa-se de sabotagem

  • Pedro Dias

Exposição Projecto Inbondeiro Baobab

Exposição Projecto Inbondeiro Baobab

Quadros do "Projecto Imbondeiro" do artista plástico angolano Hildebrando de Melo estiveram expostos no Salão de Exposição Internacional da UNAP

Vinte e quatro quadros do Projecto Imbondeiro Baobab do artista plástico angolano Hildebrando de Melo estiveram expostos no Salão de Exposição Internacional da UNAP – União Nacional dos Artistas Plásticos em Luanda de 24 de Outubro a 7 de Novembro.

Mas para que acontecesse a exposição ela teve que ser forçada a “ferro e fogo” pelo artista. Na tentativa de colocar os quadros no Salão da Unap, o corpo de segurança impediu Hildebrando de assim o fazer, com cenas de pugilato. As explicações eram confusas, sem sentido.

O artista plástico queixa-se do sistema político vigente no país “fui sabotado por gente que está na Presidência da República que não gosta de ouvir certas coisas”.

Para a manutenção do poder político em Angola, tudo de podre, de mau é válido no jogo sujo, desde a corrupção, a bajulação, a sabotagem. Segundo o catálogo de apresentação da exposição “ a governação descobriu o livro As 48 Leis do Poder, as pessoas más que estão nos ministérios, nas empresas estatais diriam a Nicolau Maquiavel: Tú Nicolau, passas a ser nosso, aluno, ponto final”.

A amostra dos quadros, retrata a árvore do imbondeiro como simbologia do homem africano forte e robusto, mas também como uma chamada de atenção à todos nós para a defesa da vida dos imbondeiros que estão a ser atropelados pelo betão, pela força da construção de novas centralidades ou projectos habitacionais em Angola.

De 36 anos de idade, Hildebrando de Melo é natural do Bailundo – Huambo e participou em seminários com curadores estrangeiros de países como África do Sul, Estados Unidos da América e Alemanha.

É autor de várias exposições individuais e participações em muitas amostras colectivas feitas em países como Angola, Portugal, Inglaterra, Alemanha e Estados unidos da América.

Vencedor do Prémio Ensarte/204, na categoria “Juventude”, é igualmente detentor de um galardão do concurso “Sona Desenhos na Areia” da empresa norueguesa do ramo dos petróleos Nos Hydro.

Hildebrando de Melo tem ainda a Menção Honrosa do Prémio Ensarte/2014.

XS
SM
MD
LG