Links de Acesso

Exames dos ensinos primário médio comprometidos no Bengo

  • Coque Mukuta

Professores estão em greve por tempo indeterminado.

O colectivo dos professores do ensino primário e o ensino médio na provincia do Bengo estão em greve e por isso os exames podem estar comprometidos, caso o Governo local não responda favoravelmente às exigências dos docentos que entraram hoje no seu oitavo dia de greve por tempo indeterminado.

Os professores, que entraram por concurso público em 2010, 2011 e 2012, e não foram pagos e o pagamento dos subsídios de cargo de direcção de mais de 40 meses em atraso constam entre as reclamações.

Mbaxi Paulino Mateus, porta-voz do SINPROF no Bengo, alerta que os professores não serão responsabilizado caso os exames não forem realizados.

“Toleramos 2014 e 2015, estamos a viver de muitas promessas e desta vez se não houver solução, comprometeremos o ano lectivo, mas não seremos culpados”, disse, acrescentando que “também somos patriotas mas não sapatos”.

O sindicalista afirma que só conversar não basta porque há que resolver o problema.

"As preocupações são conhecidas desde 2014 e é importante que da parte do patronato venha alguma solução”, concluiu o porta-voz do SINPROF.

XS
SM
MD
LG