Links de Acesso

Graça Sanches galardoada com Prémio Humanitário Pan-Africano sobre a Igualdade de Género e Advocacia 2016

  • Mayra de Lassalette

Graça Sanches. Foto ArteMedia

Graça Sanches. Foto ArteMedia

Prémio será entregue no Dubai em Novembro pelo trabalho realizado enquanto presidente da Rede das Mulheres Parlamentares de Cabo Verde.

A antiga deputada e professora cabo-verdiana Graça Sanches vai receber no dia 12 de Novembro em Dubai o “Prémio Humanitário Pan-Africano sobre a Igualdade de Género e Advocacia 2016”, pelo trabalho realizado como presidente da Rede das Mulheres Parlamentares de Cabo Verde (RMP-CV).

“É com grande prazer e honra que os membros do Conselho Consultivo do Prémio Humanitário Pan-Africano sobre a Igualdade de Género e Advocacia 2016, em parceria com a Comunidade Económica dos Estados da África Ocidental (CEDEAO) e líderes mundiais, informam da atribuição do prémio”, lê-se na carta enviada a Graça Sanches, na qual o Conselho Consultivo justifica a sua decisão com “as suas qualidades de liderança, excelência e inovação em práticas humanitárias e desenvolvimento sócio-económico em África através da defesa de género e de direitos e empoderamento das mulheres em Cabo Verde”.

Em conversa com a VOA, Graça Sanches disse estar “muito feliz pelo reconhecimento pelo trabalho realizado enquanto deputada na luta pela igualdade de género em Cabo Verde e nos demais países africanos de língua portuguesa”.

Apesar de não continuar como deputada, Sanches acredita que “há várias formas de luta” e que as pessoas “independentemente do espaço e do tempo podem fazer o seu trabalho”.

Graça Sanches é professora de História e garante vai continuar a desenvolver “um trabalho cívico na afirmação das mulheres e igualdade de género”.

Refira-se que na cerimónia de atribuição do prémio, a 12 de Novembro, no Dubai, Graça Sanches vai poder explicar o trabalho que está a desenvolver e conseguir financiamentos para novos projectos.

XS
SM
MD
LG