Links de Acesso

Graça Sanches galardoada com Prémio Humanitário Pan-Africano sobre a Igualdade de Género e Advocacia 2016

  • Mayra de Lassalette

Graça Sanches. Foto ArteMedia

Prémio será entregue no Dubai em Novembro pelo trabalho realizado enquanto presidente da Rede das Mulheres Parlamentares de Cabo Verde.

A antiga deputada e professora cabo-verdiana Graça Sanches vai receber no dia 12 de Novembro em Dubai o “Prémio Humanitário Pan-Africano sobre a Igualdade de Género e Advocacia 2016”, pelo trabalho realizado como presidente da Rede das Mulheres Parlamentares de Cabo Verde (RMP-CV).

“É com grande prazer e honra que os membros do Conselho Consultivo do Prémio Humanitário Pan-Africano sobre a Igualdade de Género e Advocacia 2016, em parceria com a Comunidade Económica dos Estados da África Ocidental (CEDEAO) e líderes mundiais, informam da atribuição do prémio”, lê-se na carta enviada a Graça Sanches, na qual o Conselho Consultivo justifica a sua decisão com “as suas qualidades de liderança, excelência e inovação em práticas humanitárias e desenvolvimento sócio-económico em África através da defesa de género e de direitos e empoderamento das mulheres em Cabo Verde”.

Em conversa com a VOA, Graça Sanches disse estar “muito feliz pelo reconhecimento pelo trabalho realizado enquanto deputada na luta pela igualdade de género em Cabo Verde e nos demais países africanos de língua portuguesa”.

Apesar de não continuar como deputada, Sanches acredita que “há várias formas de luta” e que as pessoas “independentemente do espaço e do tempo podem fazer o seu trabalho”.

Graça Sanches é professora de História e garante vai continuar a desenvolver “um trabalho cívico na afirmação das mulheres e igualdade de género”.

Refira-se que na cerimónia de atribuição do prémio, a 12 de Novembro, no Dubai, Graça Sanches vai poder explicar o trabalho que está a desenvolver e conseguir financiamentos para novos projectos.

XS
SM
MD
LG