Links de Acesso

Evasão de capitais e corrupção minam futuro de África

  • Redacção VOA

A evasão de capitais em África quase duplicou nestas últimas três décadas, atingindo 1.4 trilhões de dólares.

Investigadores do Banco Africano de Desenvolvimento dizem que os países africanos perderam cerca de 1.4 trilhões de dólares devido à evasão de capital nos últimos 30 anos.

Grande parte dessa perda resulta do fluxo ilícito de capitais e corrupção e continua a dificultar o desenvolvimento da região.

O fluxo ilícito de capitais refere-se aos fundos que saem do país por meios irregulares, normalmente para escaparem aos impostos locais.

Isto pode variar de uma empresa estrangeira que não reporta os seus ganhos num país africano e depois deposita-os numa conta offshore, a oficiais corruptos que desviam fundos do Estado e os colocam fora do país, ou a grupos de crime organizado que simplesmente saem com o dinheiro em malas de viagem.

Os especialistas do Banco Africano de Desenvolvimento e da organização Global Financial Integrity ((GFI)) dizem que as regiões da África Central e Ocidental foram as que perderam mais dinheiro.

Mostrar Comentários

XS
SM
MD
LG