Links de Acesso

Evangélicos apoiam autàrquicas

  • Teodoro Albano

Reverendo Dinis Eurico

Reverendo Dinis Eurico

Eleições municipam dão poder à base e reforçam unidade, diz reverendo Dinis Eurico

O presidente da Igreja Evangélica Sinodal de Angola IESA, reverendo Dinis Marcolino Eurico, defendeu a realização das eleições autárquicas o mais rapidamente possível.




As autoridades ainda não indicaram uma data para as eleições autárquicas mas tem indicado que dificuldades logísticas poderão causar um atraso na sua realização.

De acordo com o líder eclesiástico, eleições autárquicas são um processo normal nas democracias porque fortalecem a unidade nacional e conferem poder às bases populares.

Contudo, disse, as eleições devem ser organizadas com responsabilidade.

“ Pessoalmente penso que não há nenhum mal que as autarquias venham ser realizadas até porque fortalecem a democracia e a unidade nacional dando poder na base às populações aos cidadãos pelo que se forem implementadas irão ajudar muito.,” disse.

“Agora é necessário que isso seja feito com toda a responsabilidade com todo o cuidado para que os resultados sejam aqueles que nós queremos mesmo e não sejam outros,” acrescentou.

Falando à imprensa, o líder evangélico, disse que é notável o crescimento do país em infra-estruturas, mas mostrou-se por outro lado preocupado com a falta do crescimento espiritual.

No seu entender a ausência do crescimento espiritual, está na origem de vários males que enfermam Angola, onde se destacam a corrupção, o elevado índice de sinistralidade rodoviária e o consumo de altas quantidades de álcool entre a juventude.

Dinis Eurico refere que neste aspecto a igreja está a fazer a sua parte, pregando o evangelho.

“ Há aspectos espirituais que realmente ainda carecem de algum cuidado. Quando falamos do índice de sinistralidade nas estradas que é elevado, quando falamos de que os tribunais ainda estão cheios de processos de divórcios, quando falámos de aspectos de corrupção, quando ainda temos muito consumo de álcool na juventude e a delinquência mesmo de menores de 14 anos isto ainda é preocupante,” disse.

“É por isso que a igreja continua a pregar o evangelho, porque achamos que a Angola material é bonita é boa está indo para frente, mas a Angola espiritual ainda requer alguns cuidados,” acrescentou.
XS
SM
MD
LG