Links de Acesso

Europa: Cresce o fluxo de imigrantes, alerta o Unicef


Imigrantes afegãos a caminho da Europa

Imigrantes afegãos a caminho da Europa

O Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef) não nota nenhuma redução no fluxo de imigrantes para a Europa.

Apesar das adversas condições de tempo, o número de refugiados que segue a arriscada rota está a subir, diz esta agência.

Marie-Pierre Poirier, responsável da equipa do Unicef que lida com os refugiados e crise de imigrantes na Europa, visitou durante uma semana a rota dos Balcãs. Ela seguiu os imigrantes que se deslocavam da Macedónia, junto á fronteira com a Grécia, até a Sérvia e Croácia.

A rota é cansativa e assustadora, em particular para as crianças, descreve Poirier. Ela diz ter ouvido pessoas ao longo do caminho a dizer que arriscam as suas vidas porque os preços baixaram.

“Parece que os traficantes, por causa das péssimas condições de tempo e dificuldades, estão a oferecer descontos a qualquer um para manter os números,” diz Poirer.

Há indicações de que os preços baixaram de cinco mil dólares para mil dólares por família. Em resultado destes preços de oferta, o fluxo para a Europa é imparável, pelo menos por agora.

As autoridades da Macedónia dizem que o número de pessoas registadas em Outubro duplicou desde Setembro.

Poirier acrescenta que subiu o número de mulheres e crianças entre os imigrantes. Ela aponta que este ano 190 mil crianças procuraram asilo na Europa, o que dá uma média de 700 por dia.

No entanto, adverte ela, poderão surgir novas rotas para a Europa, com um crescente número de pessoas na Turquia que não segue a rota marítima, preferindo seguir por estrada, de Istambul até a Bulgária.

XS
SM
MD
LG