Links de Acesso

EUA usam helicóptero ultra secreto contra Bin Laden


O Black Hawk MH60K é o modelo em que se baseou o novo helicóptero ultra secreto das forças especiais americanas

O Black Hawk MH60K é o modelo em que se baseou o novo helicóptero ultra secreto das forças especiais americanas

Aparelho baseado no Black Hawk é praticamente invisível nos radares

A missão em que os Navy Seals americanos mataram Osama Bin Laden, revelou a existência de um helicóptero militar americano, que até aqui era ultra secreto.

Durante a operação de domingo, no Paquistão, as hélices de um dos helicópteros usados pelas forças americanas colidiram com um muro e o aparelho ficou impossibilitado de voar.

Quando se retiraram, já com Osama Bin Laden morto, as tropas especiais americanas incendiaram o helicóptero que deixaram para trás.

Desde logo, analistas militares suspeitaram que não se tratava de um helicóptero normal e que, ao incendiá-lo, os soldados americanos queriam impedir que terceiros tivessem acesso a importante tecnologia militar. E de facto assim foi.

Destroços do novo helicóptero americano, podendo ver-se, para além dos estabilizadores (asas curtas), o novo design da hélice principal, com 5 pás curtas, em vez de 4 pás longas.

Destroços do novo helicóptero americano, podendo ver-se, para além dos estabilizadores (asas curtas), o novo design da hélice principal, com 5 pás curtas, em vez de 4 pás longas.

A cadeia de televisão ABC, e outros meios de comunicação americanos, dizem que, com base nas fotografias dos destroços, se conclui que os Navy Seals usaram um meio de transporte ultra-secreto.

Este modelo, com base no famoso Black Hawk, ou Falcão Negro, tem um revestimento especial que o torna praticamente invisível para os radares. Isso explica que os militares americanos tenham voado mais de 300 kms no interior do Paquistão sem serem detectados.

Mesmo queimado, o revestimento do helicópter foi retirado do local pelo exército paquistanês que mantém estreitas relações com os militares chineses. Fontes citadas pela cadeia americana ABC expressaram receio de que o revestimento americano (com o segredo da sua "invisibilidade") acabe na China, país que, há vários anos, tenta construir um helicóptero à prova de radar.

Destroços do novo helicóptero americano (baseado no Black Hawk MH-60K), podendo ver-se, no canto inferior direito, um pormenor do novo design da hélice principal.

Destroços do novo helicóptero americano (baseado no Black Hawk MH-60K), podendo ver-se, no canto inferior direito, um pormenor do novo design da hélice principal.

Da mesma forma, as fotografias dos destroços revelam um novo design da hélice superior e da hélice da cauda, destinado a tornar o aparelho mais silencioso e mais difícil de detectar.

O jornal Washington Post revela que os militares envolvidos nesta operação tiveram muito treino ao capturar de forma semelhante, mas muito menos arriscada, elementos dos talibã em várias zonas do Afeganistão.

O problema agora é que um dos mais bem guardados segredos do seu sucesso, já não é tão secreto como isso.

Julgam, no entanto, os analistas que os altamente secretos e sofisticados sistemas informáticos, electrónicos, e de comunicação e navegação a bordo do aparelho, foram totalmente destruídos pelo fogo – e não irão parar à mãos curiosas de militares ou espiões ao serviço de outros países.

XS
SM
MD
LG